More Website Templates @ TemplateMonster.com - September 14, 2013!

Santa Marcelina – A Padroeira

Educadora de seus irmãos menores, Sátiro e Ambrósio, Marcelina formou-os na Ciência e na Fé. O ideal de Santa Marcelina, formadora de homens justos e sábios, continua vivo no coração de cada nova Marcelina.
O Fundador Biraghi a escolheu como Padroeira e modelo para aqueles que haveriam de segui-la na "santa e árdua missão de educar".
Marcelina nasceu em Roma, em 327, na família dos Ambrosiis, sob o Império de Constantino Magno. Em uma época de profundas mutações culturais, a família de Marcelina era aberta à religião cristã.
Antes dos vinte anos, perdeu o pai e a mãe e ficou com a responsabilidade da educação dos irmãos.
Para os dois irmãos, Marcelina foi conselheira e mestra, desenvolvendo paralelamente sua vida comunitária com as companheiras. Embora no silêncio de sua vida recolhida, ela desenvolveu um apostolado eclesial, participando das ansiedades e solicitações do Bispo Ambrósio. Ele teve grande estima por ela e propôs o seu exemplo a muitas jovens que eram também chamadas por Deus a uma dedicação total.
Na noite de Natal do ano de 353, Marcelina recebeu das mãos do Papa Libério, o véu da consagração total. Sua decisão abalou os habitantes dos palácios e nem mesmo seus amigos conseguiram entender toda a dimensão do que estava acontecendo.
Marcelina intensificou a oração e os estudos das Sagradas Escrituras e acolheu em sua casa muitas jovens que queriam orientação para se dedicar a Deus e ao auxílio dos pobres e doentes.
Ao mesmo tempo, ela não se descuidava da educação do irmãos, que mais tarde assumiram cargos públicos. Em 372, Ambrósio foi eleito governador em Milão e Sátiro foi nomeado para uma prefeitura. Dois anos mais tarde, Ambrósio foi eleito bispo de Milão e levou Marcelina para auxiliá-lo.
Marcelina trabalhou ao lado do irmão até abril de 397, quando morreu Ambrósio. Poucos meses depois, em 17 de julho de 397 morreu também Marcelina e foi sepultada em Milão, na Basílica Santambrosiana.
Na mesma vila onde Marcelina morreu, nasceu em 1838 a Congregação das Marcelinas. A seu exemplo, a Congregação busca orientar, formar e educar as jovens e todos os que lhe forem confiados no caminho do amor, ensinando-lhes as palavras de Jesus. Assim, realiza-se a profecia do Papa Libério, que afirmou no dia da consagração de Marcelina: "Muitas jovens te seguirão".

Conheça Mais